Documentos essenciais para você viajar para a Europa

813

Diferente dos Estados Unidos, a Europa não pede visto dos turistas, mas outras exigências são necessárias para entrar no continente. Nós, da Viagem Pronta, selecionamos tudo o que você precisa saber sobre essa documentação.

Documentos obrigatórios

Passaporte:

Esse é óbvio, mas vale ressaltar. O passaporte brasileiro é obrigatório para viagens internacionais e tem que estar na validade. O ideal é que a data de expiração seja de seis meses depois da data da sua passagem, no mínimo. Exemplificando: se você vai viajar em dezembro, a data de expiração do seu passaporte deve ser em junho do próximo ano.

Passagem de ida e volta:

É necessário ter em mãos a sua passagem de ida para a Europa, obviamente, e a de volta para o Brasil ou para outro destino fora do continente. Essa é uma garantia para a imigração europeia! Eles não aceitam brasileiros que viajam sem visto de permanência longo ou sem passagem de retorno.

Seguro viagem:

Não tem jeito! Você tem que viajar com o seguro viagem no valor mínimo de € 30.000. Essa obrigatoriedade foi estabelecida pelo Tratado de Schengen, em 27 países da Europa, com o objetivo principal de garantir que os turistas consigam pagar as possíveis despesas médicas. Falamos mais sobre seguro viagem aqui.

Comprovante de reserva de hospedagem ou carta-convite:

É bom ficar atento para não correr o risco de ser barrado. Você precisa ter em mãos o comprovante de reserva do seu hotel ou, se for ficar em casa de amigos/familiares, é necessário ter uma carta-convite escrita na língua do país onde o turista ficará hospedado, datada e assinada pelo residente.

Comprovante de recurso financeiro:

A autoridade federal europeia exige que você tenha € 60 por dia ou € 600 por qualquer período para gastar durante a sua viagem. Esse valor pode estar em dinheiro, cheques de viagem ou certificado. Se você for usar cartão de crédito, solicite uma carta do banco especificando o limite do cartão.

Imigração

A imigração é considerada um terror por muitos turistas que ficam com receio de serem deportados, mas, se você realmente está indo sem nenhuma má intenção, não é preciso ficar com medo. Converse tranquilamente com o agente, responda as questões e tenha sempre em mãos os documentos que comprovam a sua viagem à turismo.

Além dos já citados a cima, você também pode levar um comprovante de emprego no Brasil. Assim, você consegue mostrar um vínculo ainda maior com o país.

As dicas foram válidas? Espero que sim! Agora é a sua vez de compartilhar conosco. Comenta aqui: qual lugar da Europa você tem vontade de conhecer? Queremos saber!

Ah, e não esquece de acompanhar a Viagem Pronta nas redes sociais. Estamos sempre pelo Facebook e Instagram compartilhando dicas de destinos e muito mais.

Foto: Shutterstock

Last modified: 3 de Janeiro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *